BRB/Brasília Vôlei foca nos trabalhos para a temporada 17/18

TREINO_BASE_19_JUL (71)
Categoria de base do Brasília Vôlei em mais um dia de Treino !!
21 de julho de 2017
TREINO_CAT_ADULTA_15_SET (106)
BRB – Brasília Vôlei intensifica os treinamentos para a Superliga 2017 – 2018
18 de setembro de 2017

BRB/Brasília Vôlei foca nos trabalhos para a temporada 17/18

treino_praia

BRB/Brasília Vôlei foca nos trabalhos para a temporada 17/18

Em agosto 9, 2017,

O BRB/Brasília Vôlei já se apresentou e deu início à temporada 17/18. O time brasiliense se reuniu pela primeira vez no dia 1º de agosto e, na tarde desta quarta-feira (9), foi apresentado à imprensa antes do tradicional treino de pré-temporada na areia, realizado no SESI-Taguatinga.

Da equipe da temporada anterior, então treinada por Anderson Rodrigues, saíram Paula Pequeno, Amanda Campos, Macrís, Andréia, Vivian Pellegrino, Sabrina, Silvana, Fernanda, Roberta e Larissa. O atual elenco conta com as remanescentes Mari Helen (ponteira), Lê Bonardi (oposta), Bia Martins e Vivian Lima (levantadoras).  Sérgio Negrão assume o comando técnico. “Meu retorno ao cargo de técnico está sendo muito prazeroso. Fui treinador durante 30 anos e gosto muito de fazer o que faço. Sobre o time”, explicou Sérgio Negrão.

Caras novas

Para agregar ao elenco, Sérgio Negrão contará com: Juju Perdigão (líbero, ex-Fluminense); Priscila Souza (ponteira, ex-Valinhos); Malú (central, ex-Praia Clube); Aline (central, ex-Rio do Sul); Carol (central, ex- São Caetano); Fernanda (central, ex-Osasco); Isabela (ponteira, ex-SESI-SP) e Thaynã (levantadora, ex-Brusque). Letícia Sousa (ponteira), Wesliane Alves (central), Gabrielle Vitoria (ponteira), Natália Gonçalves (ponteira) e Eduarda Santana (líbero) foram as atletas promovidas do time sub-23 de Brasília.

Sobre as primeiras impressões neste período de adaptação ao Brasília, a central Aline, uma das mais experientes, conta como pretende contribuir para o grupo. “É um elenco jovem que gosta bastante de trabalhar. Podemos tirar proveito disso das meninas. Temos a Vivian que tem 17 anos – o que ela tem de idade eu tenho de vôlei, por exemplo – e essa troca é positiva. A todo momento que eu possa dar alguma dica ou dizer útil, elas me ouvem e agradecem. Eu, Priscila e Mari assumimos essa função de ajudar as mais novas e a aceitamos de bom grado”, confessou a recém-chegada.

Remanescente, a ponteira Mari Helen enxerga a mescla de idades como um dos fatores que podem ajudar a equipe durante a Superliga. “As meninas que chegam vêm com a expectativa alta e felizes de estar aqui pelo que já foi construído nos anos anteriores. Como sou a mais velha do time, vejo algumas atletas com muito potencial e, principalmente, vontade. Isso me cativa e conquista todo mundo a treinar mais e evoluir sempre”, comentou Mari.

Muito elogiada por Anderson e agora por Sérgio Negrão, a levantadora Vivian Lima, de apenas 17 anos, pode ser uma das mais jovens titulares da Superliga. “Tive uma experiência boa na temporada passada e foi um grande aprendizado jogar do lado de atletas consagradas. Quero aprender mais com as novas colegas e espero desempenhar um papel importante para o time neste ano”, disse.